segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Precisamos falar sobre cesária

Quem me conhece pessoalmente já deve ter me ouvido profanar meu ódio pela cesariana. Muita gente vai dizer que temos que respeitar as decisões da mulher, que ela é dona do próprio corpo e se ela quiser fazer cesariana temos que respeitar. A mulher é sim dona do seu próprio corpo MAS o que acontece hoje em dia é uma epidemia de cesariana, isto é, mais da metade dos partos realizados hoje são cesarianas. E por quê isso é um problema?
É um problema primeiro porque a maioria dos médicos realizam a cesária sem necessidade, apenas pela facilidade do procedimento. A cesária é uma cirurgia com hora marcada, ou seja, o médico tem tempo pra se planejar, sabe o que deverá ser feito (o procedimento acaba se tornando algo mecânico), além de permitir que o médico realize várias cesárias em um único dia gerando assim mais lucro. Segundo porque a mãe deixa de ser uma mãe em trabalho de parto e passa a ser apenas um número de quarto, que em poucas horas após a cirurgia irá para casa. Terceiro porque muitas mães sofrem violência obstetra durante o procedimento , o que pode gerar até depressão pós-parto em casos mais graves.
Esses três problemas na minha opinião são os principais problemas do porque devemos problematizar a cesária hoje no Brasil. Na maioria dos casos as mães vão com a ideia de ter um parto normal ou um parto humanizado, mas os médicos acabam contando algumas mentiras como:

- "Você é muito pequena e o seu bebê é muito grande, se fizermos parto normal seu bebê pode morrer"
Mentira. Nenhuma mulher gera um feto maior do que seu útero irá aguentar.

- "O seu quadril é muito estreito, seu bebê não irá passar."
Mentira. O quadril da mulher em trabalho de parto se desloca para que o bebê possa passar.

- "O seu bebê está com o cordão umbilical em volta do pescoço ele pode morrer"
Mentira. Essa coisa de cordão enforcando o feto é história pra boi dormir.

Essas são algumas das mentiras que muuuuuuitos médicos contam para suas pacientes desistirem do parto normal. A cesária é indicada em apenas 4 situações:

1. Prolapso de cordão (consiste na deslocação do cordão para dentro do canal de nascimento, à frente da cabeça do feto, podendo impedir o fornecimento de sangue e oxigênio, ou seja, a vida do bebê entra em perigo)

2. Deslocamento da placenta

3. Placenta prévia

4. Bebê Transverso

São essas as situações em que a cesária deve ser realizada pois são situações de risco tanto para a mãe como para o bebê, qualquer outra afirmativa como risco de anemia, risco de parto prematuro, cesária anterior, etc...não passam de mentiras.
Existe um quarto problema por trás dessa epidemia de cesárias: a falta de amor. COMO ASSIM? Eu explico. Quando a mulher entra em trabalho de parto de forma NATURAL ela produz um hormônio chamado ocitocina. Talvez você já tenha ouvido falar dele como "hormônio do amor" e pois bem, ouviu certo. Esse hormônio é responsável pelas contrações, pela liberação do leite materno, reduz o sangramento durante o parto e, o mais importante, desenvolve o apego e a empatia entre as pessoas.
Mas veja só, esse é um hormônio produzido de forma natural pelo nosso corpo, uma vez escolhido a cesária, esse hormônio não é produzido pelo corpo e o que os médicos fazem? Eles aplicam ocitocina produzida artificialmente na mãe.





Referências:
O renascimento do parto - documentário brasileiro que problematiza a questão da cesária no país e no mundo
Ocitocina
Deslocamento de placenta
Prolapso do cordão umbilical
Indicações absolutas de cesária
Parto normal X Cesária
Indicações de cesariana II


sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Cronograma Capilar

Muita gente não sabe mas cuidar dos cabelos não se resume só em fazer uma hidratação dia sim dia não ou em encher o cabelo de óleo reparador de pontas esperando um milagre nas pontas duplas. Cuidar do cabelo é uma coisa chata e trabalhosa mas que traz bons resultados.
Antes de explicar o que é o cronograma capilar e como ele funciona, primeiro vou explicar como funciona o nosso cabelo e o que ele precisa.

Entendendo a estrutura do cabelo 

O cabelo é queratina, ou seja, o cabelo é proteína que nasce na pele dos mamíferos e possui quase a mesma estrutura de todos os pelos do nosso corpo. O cabelo pode ser dividido em: cutícula, córtex e medula.

  • Cutícula: parte externa do cabelo que pode se dividir em até 12 partes e protege as outras duas partes do cabelo (córtex e medula). Ela é transparente e por isso podemos ver a cor do cabelo. As cutículas são as que sofrem maiores agressões desde as causadas pelo vento como as causadas pela química. A função do shampoo com sulfato é abrir as cutículas de modo que qualquer resíduo e até mesmo "não-resíduos" sejam removidos do cabelo. A água oxigenada também abre a cutícula para que a tinta possa entrar no fio. 
  • Córtex: é o coração do cabelo, responsável pela cor, elasticidade e resistência dos fios. O córtex do cabelo possui 3 ligações químicas responsáveis pela estrutura dos fios, são elas: ligação salina (quando molhamos o fio essa ligação é  responsável pelo aumento do comprimento); ligação de hidrogênio e ligação de enxofre.
  • Medula: sua função ainda não é muito clara, mas estudos apontam que ela seja responsável pela direção que o fio irá tomar durante seu crescimento.

Como cuidar da raiz do cabelo?


Bom, o primeiro passo para cuidar do cabelo é cuidar do couro cabelo. E por quê? Porque é no couro cabelo que se encontra a raiz. Como nas plantas, é a raiz que vai levar todos os nutrientes para o cumprimento dos fios, e para cuidar dessa raiz você pode optar por shampoos sem sulfatos e caso ache necessário, misture de meia a uma tampa de bepantol liquído no shampoo (evita o ressecamento dos fios).
Existem também máscaras próprias para o couro cabelo, uma das mais famosas é a de argila verde pois ela realmente limpa o couro cabelo mas cuidado! A argila verde acaba ressecando um pouco os fios por isso recomenda-se que após o seu uso uma power hidratação seja feita. A boticário possui uma linha argiloterapia onde vocês encontram produtos para o cabelo, como shampoos e máscaras.
No fim do post vou deixar umas receitas de algumas máscaras fáceis de se fazer tanto para o couro cabelo como para o cabelo em si, mas vamos ao que interessa. Esclarecido os cuidados com a raiz, vamos falar dos cuidados que se deve ter com o cabelo em si.

Cronograma capilar: o que é, pra que serve e como fazer

Você deve estar se perguntando porque diabos eu falei sobre a estrutura do fio. Bom, entender o que é de fato o cabelo pode te ajudar a entender o que o seu cabelo precisa e em quais quantidades ele precisa.
Como já foi dito, o cabelo é proteína então a primeira coisa que precisamos ter em mente é que qualquer química feita no cabelo altera a quantidade de queratina do fio, por isso precisamos repor essa queratina. Essa reposição de proteína (você não precisa usar queratina, pode ser outra proteína, mas precisa ser proteína entendido?) é uma das etapas do cronograma capilar e é chamada de reconstrução. Existem inúmeros produtos que vocês podem comprar para esta etapa, no entanto eu sou a favor de comprar um creme branco e o necessário para cada etapa.
Depois de repor a proteína do fio, você precisa nutrir o cabelo. A nutrição é feita com óleos como azeite, óleo de amêndoas, óleo de argan e óleo de coco por exemplo. Por fim, a ultima etapa do cronograma capilar é a hidratação. A função desta etapa é repor a água do fio visando diminuir a porosidade do fio causada por agressões externa. Você pode hidratar o seu cabelo com mel, bepantol, mamão, abacate, banana, iogurte, manteiga de karite e extrato de bambu por exemplo.
A ideia do cronograma capilar é observar as necessidades do cabelo e montar um esquema semanal com as etapas, normalmente a etapa que menos se repete é a hidratação. Importante lembrar que deve-se intercalar as etapas, nada de ficar uma semana fazendo só nutrição no cabelo hein! Bom, é preciso fazer uma pausa de um a dois dias entre cada etapa para que o cabelo possa absorver todos os nutrientes, se você lava o cabelo em dias alternados isso se torna mais fácil.
Se você pinta o cabelo com uma certa frequência, faz progressiva ou qualquer tipo de quimica no cabelo, seu cronograma deverá ter mais etapas de reconstrução por exemplo. Se o seu cabelo está com uma porosidade alta devido ao excesso de quimica por exemplo, você deverá fazer mais hidratação do que reconstrução. A nutrição entra no meio das duas etapas.

Esse é um modelo pronto do cronograma capilar, eu particularmente não acredito que a hidratação deva ser o mais importante, uma vez que a função dela é repor a água do fio e essa reposição varia de pessoa pra pessoa. 


Alguns produtos baratinhos para cada etapa, mas eu ainda sou a favor do creme branco haha. Bom vou deixar aqui uma receita pra cada etapa. 

Máscara para hidratação
  • 1 colher de sobremesa de mel (se o seu cabelo for muito grande pode colocar duas)
  • 1/2 tampa de bepantol liquido
  • um creme da sua preferencia 
Misture tudo e aplique nos cabelos já lavados com shampoo e deixe agir por 30 minutos. Enxague e passe o condicionador normalmente.

Máscara para nutrição

  • 1 colher de sopa de azeite
  • creme de sua preferencia 
Mesma coisa que a outra máscara, misture o azeite com o creme e aplique nos cabelos lavados, deixe agir por 30 minutos e enxague normalmente. Se quiser pode adicionar mel para já hidratar os fios. 

Máscara para reconstrução


  • 2 colheres de café de queratina
  • qualquer creme que você esteja usando
Aqui vale a avisar que a queratina pode ressecar um pouco o cabelo, caso isso ocorra procure outras proteínas para usar. 


quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

O Incrível mundo de John Hughes

Neste dia 24 resolvi fazer uma homenagem ao magnifico diretor de cinema, John Hughes. Pra quem não sabe, Hughes foi responsável pela maioria dos clássicos dos anos 80, como Pretty in Pink, The Breakfast Club e Ferris Bueller's Day Off. Infelizmente esse gênio do cinema morreu em 2009, mas seus filmes jamais serão esquecidos.
Não sei o que mais me atraí nos filmes dele, se são as roupas, a trilha sonora ou os personagens, acho que é um pouco de tudo. A grande sacada dos filmes do Hughes na minha opinião é que eles se aproximam e muito da vida dos adolescente mas sem aquela idealização dos filmes atuais. A trilha sonora vai desde Patti Smith à clássicos dos anos 80 como Simple Minds, sem falar no na famosa cena onde Ferris dubla Twist and Shout num desfile (esqueci que feriado que é). As roupas dos filmes nem preciso comentar né? É aquela coisa cafona e ao mesmo tempo super estilosa dos anos 80 que eu amo tanto.




Já deu pra perceber que eu sou apaixonada pela Molly Ringwald né? É que ela aparece em vários filmes do Hughes e aah ela é tão perfeita gente <3 








segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

SHAMPOO BOMBA!!

Hoje vou falar sobre shampoo bomba de café que promete ajudar no crescimento dos cabelos. Eu ainda não testei (mas pretendo começar em breve haha) então vou falar sobre o que eu li sobre os benefícios da cafeína para o cabelo. Importante lembrar que uma alimentação adequada é mais do que necessária para as madeixas crescerem.
Antes de falar sobre o shampoo bomba é importante entender que o cabelo cresce no máximo 1,5cm por mês, algumas pessoas apresentam um crescimento de 2cm por mês outras apresentam um crescimento de 0,5cm/mês, vai depender de cada organismo, com isso em mente, não crie expectativas na hora de usar qualquer produto que prometa acelerar o crescimento natural dos fios.
Um laboratório alemão comprou que a cafeína ajuda sim o cabelo a crescer pois aliado a outros princípios ativos ele impede que o fio "descanse" aumentando assim o seu crescimento em até 25%. A receita caseira que muitas blogueiras afirmam que ajuda sim no crescimento dos fios não foi testada obviamente, no entanto os médicos do laboratório indicam usar um shampoo que contenha 5% cafeína e 5% extrato de jaborandi para melhorar o crescimento dos fios.
Bom, apesar dessa triste noticia de que a receita caseira não foi testada, eu resolvi testar porque acredito que mal não vai fazer. A receita é bem simples:

  • 1 shampoo sem sulfato
  • café em pó 
  • meia tampinha de bepantol liquído 
A quantidade de café que você irá colocar no seu shampoo deverá ser de 1 medida pra cada 100ml de shampoo. Eu fiz o meu shampoo bomba com 300ml de shampoo anti resíduo da PAYOT, ou seja, coloquei 3 medidas de café em pó e meia tampinha de bepantol liquído. Você deverá usar o seu shampoo bomba no máximo 3 vezes na semana, intercalando assim com um shampoo normal e usar condicionador normalmente. Acredito que como todo shampoo bomba, você poderá usá-lo no máximo por 2 meses consecutivos e pausando pelo menos 1 mês, pois assim o cabelo "esquece" da cafeína. 

Seu shampoo deve ficar igual ao da foto, e não se preocupe, seu cabelo não ficará cheirando café haha. E ah, não altera a cor do seu cabelo e se você é loira fique tranquila pois o café não irá escurecer seus fios. 

domingo, 20 de dezembro de 2015

Maquiagem: pincéis e suas funções

A quantidade de pincéis que encontramos no mercado é enorme, e pra quem está começando agora pode surgir aquela dúvida de qual pincel comprar, qual é o melhor, quantos pincéis eu preciso ter etc. O número de pincéis necessários irá aumentar de acordo com a sua necessidade de maquiagem. O ideal é ter pelo menos um pincel de sombra clara, um para sombras escuras, um pincel para esfumar e um pincel de blush. Para base aconselho usar os dedos, pois além do fácil manuseio (ah jura?) o resultado fica super natural.
Vou mostrar os pincéis básicos para cada tipo de aplicação, ou seja, base, pó, blush, iluminador, contorno e sombra. Vale lembrar que pra cada tipo de aplicação existe uma variação de pincéis, aqui vou mostrar os principais pincéis e aqueles que na minha opinião oferecem um resultado melhor. Vamos começar?

  1. Eye Shading: esse é um pincel de sombra que não aplica tanto produto na pele mas que já deixa um efeito esfumado no look e não deixa a sombra tão marcada. 
  2. Esfumar:  o famoso pincel de esfumar (que também pode ser usado para aplicar corretivo) possui cerdas macias, é utilizado para esfumar a sombra do côncavo com a da pálpebra normalmente. Na hora de utilizar é só fazer movimentos circulares para misturar as cores. 
  3. Pencil: esse pincel serve para esfumar o delineador e te dá mais precisão para isso. 
  4. Chanfrado: Diferente do chanfrado utilizado para delinear, este é fofinho e é ideal para aumentar ou diminuir o esfumado do côncavo.
  5. Large Shader: normalmente esses pincéis são firmes e durinhos fazendo com que a sombra fique bem concentrada. Pra quem gosta de trabalhar com sombras bem pigmentadas esse pincel é ideal, mas tem que esfumar depois pra não ficar feio haha. 
  6. Pincel para base chato: esse é um dos primeiros pincéis de muita gente por ser fácil de encontrar nas perfumarias, no entanto por ser um pincel firme e duro ele concentra muito produto sobre a pele, além de deixar o produto bem marcado. Eu gosto de usar esse pincel pra corretivo pois ele espalha bem o produto e não fica aquela coisa concentrada.
  7. Pincel para pó: o clássico pincel para pó espalha bem o produto e deixa a pele com um acabamento natural, existem outros tipos de pincéis para pó mas eu particularmente prefiro o tradicional mesmo. 
  8. Pincel para blush chanfrado: ele dá mais precisão que o pincel de blush comum e pode ser utilizado também para contorno
  9. Kabuki: Ah o kabuki, o que dizer desse pincel com múltiplas funções? Bom, ele pode ser usado para aplicar bases (é o uso mais comum para esse tipo de pincel), pode ser usado em contornos, aplicar blushs e pó mas em todas essas situações é preciso ter cuidado pois você pode acabar com muito produto no rosto!! Então recomendo que você só use esse pincel para aplicações de base.
  10. Pincel de corretivo: é o pincel clássico de corretivo mas que também pode ser usado para aplicar sombras, especialmente se você está procurando um look mais carregado. 
Existem muitos pincéis além desses que eu citei, e tudo vai depender do resultado que você procura. Eu acredito que esses pincéis estão ótimos para maquiagens do dia-a-dia e até mesmo para aquele make mais caprichado. As marcas que eu indico são: SIGMA, MAC, AVON, O BOTICÁRIO e QUEM DISSE BERENICE. Existem outras marcas é claro, mas essas são as que eu acredito terem uma qualidade melhor.

Maquiagem: colorimetria

Bom dia meus amores! No primeiro post do blog eu falei um pouco sobre colorimetria e colorimetria capilar, hoje falarei sobre colorimetria na maquiagem. Para ficar mais didático, dividirei o post em tópicos.

                                                          1. Quente, fria ou neutra
O primeiro passo é definir se o seu tom de pele é quente, frio ou neutro, isso irá definir quais cores ornam mais com seu tom de pele, quais não ficam muito bem, e claro qual base é o ideal para sua pele. Para definir o seu tom de pele, basta olhar para a coloração de suas veias, se elas apresentarem uma coloração puxando para o verde, você apresenta um tom de pele quente, veias que puxam para o tom de pele roxo ou azul possuem um tom de pele frio e por fim, se você possui uma mistura de ambas as cores você possui um tom de pele neutro.


  • Pele "fria": as cores que mais ornam para esta coloração de pele são: branco, prata, cinza, preto, vermelho e azul. 
  • Pele "quente": quem possui esse tom de pele pode apostar em cores como verde escuro, amarelo, marrom, laranja, um vermelho mais queimado, dourado, pêssego e branco também
  • Pele "neutra": como o nome sugere, esse tom de pele deve ficar bem com as cores citadas anteriormente, ou seja, praticamente todas. 


É sempre bom lembrar que você não precisa se ater à um conjunto de cores, você pode utilizar a roda das cores para procurar cores complementares e cores opostas para fazer combinações de sombra por exemplo,

2. Corretores: como utilizar?
Antes os corretivos possuíam apenas cores comuns, como bege claro, bege, marrom e marrom escuro, hoje a gama de cores dos corretivos aumentaram e pra muita gente isso pode gerar uma confusão uma vez que a maioria dos corretivos coloridos não veem com a indicação de uso. As principais cores de corretivo são: amarelo, verde, roxo e rosa. No entanto existem outras cores de corretivo como o marrom, o vermelho e o laranja. O corretivo branco é utilizado como base de sombras e iluminador.
A lógica dos corretivos é simples e gira em torno da estrela de oswald, ou seja, cores opostas que se neutralizam. Dessa forma temos:



quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Colorimetria: noções básicas

Pintar o cabelo parece uma coisa simples: comprar a tinta da cor desejada, aplicar nos cabelos secos, esperar 30 minutos, lavar os cabelos e pronto. Mas a realidade é outra. Pintar os cabelos envolve um processo um pouco mais complicado. Antes de mais nada, é preciso entender o complicado mundo das tinturas. A gama de cores é enorme, e no começo parece sufocante e a gente se sente meio perdida com tantos números. Pensando nisso, resolvi fazer este post para tentar tirar algumas dúvidas.
O primeiro passo é entender a famosa estrela de oswald (aquela estrela que a gente aprende em artes mas nunca dá muita importância sabe?), onde teremos as cores primárias (cores primárias são aquelas que dão origem a todas as outras, são elas: vermelho, azul e amarelo
) divididas em quentes (vermelho, amarelo e laranja) e frias (verde, azul e violeta).
Além de nos mostrar quais são as cores quentes e frias, a estrela de oswald também nos permite descobrir quais cores são opostas, na hora de pintar os cabelo isso nos permite corrigir possíveis erros, como por exemplo o cabelo loiro que oxidou, ou quando desejamos remover uma tintura como o vermelho.


Conforme mostrado na figura acima, a mistura das cores primárias origina as cores secundarias e a mistura de cores primárias com cores secundárias nos dá as cores terciárias (no caso das tinturas as cores terciárias seriam os reflexos, as secundárias as nuances e as primárias as bases). Desse modo a estrela de oswald apresenta a seguinte forma:

As setas no meio nos mostram quais cores são opostas e quais cores são complementares, são cores opostas (cores que se neutralizam): 
  • vermelho e verde 
  • amarelo e roxo
  • laranja e azul
As cores complementares (cores que quando misturadas originam as cores terciárias) são: 
  • azul e amarelo
  • amarelo e vermelho
  • vermelho e azul
O fio do cabelo possui todos os tons primários, isto é, o cabelo castanho possui em sua composição tons avermelhados, alaranjados e amarelados que irão aparecer no processo de descoloração dos fios. Portanto, uma pessoa com cabelo nos tons de preto e castanho, certamente ficará bem com um cabelo avermelhado, uma pessoa loira pode pintar seus cabelos de vermelho acobreado que o resultado será bastante natural (tons de loiro dependem do seu tom de pele). 

O fundo de clareamento é o quanto é necessário descolorir o fio para se atingir o tom desejado



Entendendo a numeração das tintas

A numeração das tintas vão do 1 (preto) ao 10 (louro claríssimo), algumas marcas possuem numeração do 1 ao 13, sendo os tons 11,12 e 13 variações do louro claríssimo. O primeiro numero por tanto, refere-se a altura do tom, o segundo numero refere-se ao reflexo e o terceiro numero que muitas tinturas apresentam, refere-se a nuance, ou em alguns casos, esse numero se repete, o que significa que há uma intensificação do reflexo. 
Dessa forma, uma tinta 7.44 refere-se ao loiro médio acobreado e uma tinta 8.44 ao loiro claro acobreado. Algumas marcas como a IGORA ROYAL da Schwarzkopf apresentam cores como a 9.89, que seria um loiro extra claro vermelho violeta, mas nesses casos eu não sei informar que tipo de tabela eles usam. Muitas vezes os reflexos ou intensificadores podem ser usados sozinhos, a Alfaparf Evolution of the Color possui uma linha de intensificadores vermelhos lindíssimos, como o Red Booster.
Bom, é isso, espero que tenha tirado as dúvidas de vocês e caso ainda tenha alguma duvida é só deixar nos comentários  que eu respondo ou perguntar diretamentte no twitter do blog (@queroserruiva_). Vou deixar aqui o link da tabela de cores da IGORA pra vocês terem uma noção.